Exploração sem conceitos.

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Exploração sem conceitos.

Mensagem por Nashiro em Sex Nov 13, 2015 9:28 pm

NASHIRO

Sob a pedra, seu corpo pousara em descanso. Os pulmões não estavam mais aparentemente aos berros como antes detinha-se  em altas pressões. As íris de ambos os olhos azulados bem claros ficavam cerrados para a escuridão. A mão pressionava a bochecha esquerda, fazendo um pequeno monte se moldar na face da garota que fixava-se para o silêncio. Os lábios finos num tom rosado da pele propriamente, estavam fechados não deixando escapar nenhuma sequer, palavra. O pé parecia se mover num ritmo sem igual, inexpressivo tal como sua face sem nenhum sorriso. Dentro de uma taberna, arredondada ornada de pedras os pensamentos se trancavam. Era bastante habitual vê-la pensar do que falar e ficar parada do que agir, gostava dos movimentos, mas ainda admirava apenas observar. Por um segundo, seu dedo indicador contornou a linha dos beiços finíssimos  e soergue o corpo com um pouco de dificuldades, dado ao seu grande tempo em que estava sentada assim dirigindo-se para os raios de luz que infiltravam logo após uma curva bem rápida pela caverna.  

Para que não se ferisse com o grande tempo na escuridão ao emergir o corpo contra a aurora da manhã, eis que a tal acalça perto dos seus olhos, uma das mãos e com a cabeça baixa, dava guarda de que a ardência não seria deliberada ou ao menos,  diminuísse seu teor antes que ela já pudesse se acostumar. O calor fez sua pele ganhar uma cor avermelhada mesmo com o pouco tempo exposto e um vento frio, convergiu ao fundo onde estavam seus cabelos soltos, fazendo flutuar de forma contrária. Sua mão foi até o peito onde estavam os prendedores de sua vestimenta. Aquilo cheirava mal. Volveu com o calcanhar e em alguns minutos ficara ante a mesma situação com seu guarda-chuva a auxiliando a dar passos estreitos para frente com a cobertura sob a cabeça. Um suspiro pesado, parecia ter cortado a atmosfera para ela, parecia ser justamente a mesma situação que sofreu quando criança ; O clima do outro turno era árido, o calor predominante fazia as pupilas e o sentido nasal perder sua hidratação, fazendo com que a dupla estivesse encarecida de água potável. Ela portava um lenço que ficava amarrado abaixo dos olhos tapando o nariz e a boca e ele um pouco mais velho, mas não deixando-se denunciar um lado infantil nas vestes, com as mãos dadas para puxar a quem na época era uma menor. Esta parte, escoava pela mente como assim um raio sempre rasga ao meio da tempestade. As sobrancelhas finas daquela, pareciam ficar rentes numa posição horizontal com a cautela que tinha para passar. Ainda que fosse ali, sua espécime de gruta de meditação temporária, marcou como ponto de localização. Sim. O que os fatos ligavam não eram tão somente ela estar ali, lividamente pousada para pensar, mas sim sua perdição. Perdida por um mundo? De forma alguma. A difusão que sofria era tanto mental quanto física, esta confusão ela queria ainda perceber :

— Isso não pode ser… - Interrompida com uma rajada, ela para ao centro até sentir que o atrito diminuía e caindo de joelhos, espalmava a testa recuperando o fôlego. — Tenho que dar um jeito nisso. - Dissera para si própria olhando o tempo campal a sua presença. 

(ross)
avatar
Nashiro
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
120/120  (120/120)
Dobra Primária: Terra
Dobra Secundária: Lava

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Narrador em Sex Nov 13, 2015 11:01 pm

O corpo ardia? Os olhos ardiam? A pele ardia? Preguiça ardia. Lentamente, Nashiro levantava de dentro de uma caverna, onde repousara durante horas. Já era manhã, o sol expulsava as sombras do arredores da dominadora de Terra. De guarda chuva aberto e olhar atento, após os 10 primeiros passos, ela ouviu um gemido. O que seria aquilo? A região em que estava não era muito povoada, por isso ouvir algum barulho não-animal fazia Nashiro estranhar. Ao se virar para de onde viera o som, via, próximo à caverna, um homem. Ele estava com o corpo envolto em pedra. Não era uma simples imobilização, mas sim uma estranha imagem. O corpo do homem parecia ter virado pedra. Apenas parte de seu tronco para cima eram ainda orgânicos. Ele gemia e, com muita dificuldade, chamava o vulto, que como um deus, aparecia para ele

- P-p-por... f-f-favor... - cuspia sangue e tossia - Ajude-me...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Nashiro em Sab Nov 14, 2015 5:22 pm

NASHIRO

Ao impacto da ventania, a moça acabou se rendendo ao abaixar a o guarda-chuva e olhar para o recinto que parecia estar brigado com a Mãe natureza. Todavia, a pesquisa ocular parecia não durar por muito tempo. O ressonar abobado de um gemido, colidia contra os seus ouvidos fazendo com que a face virasse de lado um tanto surpresa e fintasse uma meia silhueta bem estruturada, o  que se reconhecera com a distância, ser um homem. A forma mais esquisita que lhe viera quando o fintava, era uma outra cor ou para ser mais precisa, um outro material. Seu ombro avançou após o restante do corpo rumando em direção do estranho. O cabo do guarda-chuva estava no braço e o olhar, sério mesmo que de certo o pedido fosse de ajuda, Nashiro não deixaria seu lado estável e tão duro quanto as rochas que lhe contemplava no cerco daquela localidade. O barulho baixo, mas que desviava atenção dos seus sapatos, expulsava para os lados uma pequena camada arenosa que se dispersava entre o peito do pé e a reta.

Quando fora ficar de frente, viu-se perante a um pequeno rastro de sangue onde a fazia puxar um sorriso fraco, mas que esboçava os traços fracos de que via prazer no que via. Sua mão aparentemente nua de sua velha luva que ante a situação sempre usava por gosto herdado de um antepassado, tocou o chão e sua postura antes ereta, econtrava-se em contato com o solo enquanto a visão, ficara direcionada ao rosto do outro :

— Está bastante preso aí… - Sua voz entonara num tom baixo sem deixar de certo, um grau como ofensivo, conselhador parecia mais uma conclusão repentina. — Não o vi aqui antes… Isso só pode ter sido agora. - Obviamente ela ligava as lógicas. Talvez especulasse que ele estava fugindo de algo e foi atacado de surpresa ou um empedramento mútuo  que poderia ter um tempo ou apenas, sua má visão em não percebé-lo antes. Empurrou com o dedo indicador, um dos fios do cabelo que intrometia-se a sua frente da face e tocou o resquício da pedra. Parecia um pouco quente, culpando o calor ela o olha. Parecia estar em mal estado, talvez irrompendo um soco, resolveria, mas desejou fazer a sua série de questionamentos :

— De onde você veio? - Aperrou com a mão maquinando num empurrão ela, até pairar com a cabeça baixa observando o solo. ‘O pó não pode difundir com a rocha desta forma…’ - Suspirava em seus devaneios, as observações enquanto aguardava respostas.

(ross)
avatar
Nashiro
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
120/120  (120/120)
Dobra Primária: Terra
Dobra Secundária: Lava

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Narrador em Sab Nov 14, 2015 6:26 pm

Com corpo dolorido, o homem preso começava a ser interrogado. Era de se esperar. Nashiro, em toda a sua especialidade, sabia como agir em situações, digamos assim, suspeitas. E aquela não deixava de ser. Como o homem tinha parado ali? Se ele fosse andando, a garota perceberia a movimentação no solo. Era estranho.
Suando e gaguejando, o homem dizia

- Eu vim dos Campos... N-na verdade eu moro lá... Tenho uma família... Dois filhos, uma linda filha, e minha esposa, a mulher da minh - uma tosse tomou completamente a fala dele - ... da minha vida...

A situação parecia crítica. O preso começou a balançar a cabeça, mas não voluntariamente. Na verdade parecia que a cabeça dele começava a ficar pesada para o pescoço. Eis que as tosses começaram a ficar mais intensas, delas saía sangue. Sem tempo de reagir, Nashiro pode apenas piscar, e no próximo lance o homem abaixava a cabeça, sem espírito, sem vida.

Como se a situação já não fosse estranha, a dobradora de terra pode observar uma marca semelhante à um sol, só que ela estava em carne viva, como se aquele homem tivesse sido marcado, com uma chapa flamejante, por alguém. O que seria aquilo?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Nashiro em Sab Nov 14, 2015 7:53 pm

NASHIRO

Ela buscava respostas e o máximo que viu foi os últimos suspiros do homem entre além, de sua declaração a mulher. Parecia que ele havia subitamente, ficado pesado até colidir contra o chão. Nesta hora, seus olhos ficaram atentos, para uma marca no pescoço onde a cabeça se virou deixando esvair os últimos resquícios do sangue coagulados dentro do corpo. A cor era um vermelho penetrante um laranja claro ao seu entorno o que a deixava perder para o lado, onde suas pernas se abriram no chão e as mãos ficaram ao meio. Quando por alguns momentos ali em sua mente traçava uma reta rasteira de quatro horizontes e suas possibilidades, a ideia do lugar ser pouco habitado e o risco de ataques de outras espécimes de tribos, a fez convergir-se de pé num salto e olhar para o seu redor. Vergou o corpo para frente, tocando com o dedo indicador e segundo no pescoço sentindo certo atrito da temperatura que fez seu corpo recuar. Na pressa e de imediato, a tal segura no tecido que encobria seu pulso, o rasgando por inteiro até arregassar manga da vestimenta e abri-la da costura aparentemente bem feita e amarrar como uma máscara, abaixo dos olhos encobrindo a narina e os lábios. O projétil ficou abaixo do braço e com a virada brusca, correu em direção das árvores que acercavam a caverna querendo achar alguma saída mais próxima. Se fosse algum tipo de ataque, ela não iria querer ver. O ponto de visão para aqueles controladores, era de puro repugno. Se ela visse alguém ainda mais para o tipo ofensivo, não pensaria duas vezes em sacar o seu majestoso tabuleiro e começar a partida.

‘Isso só pode ser uma maldição…’ - Continuava a ampliar sua mente terrena a morena. Parou para recuperar o fôlego com a mão pressionada ao peito esquerdo até fixar os olhos no território. Parecia ser bem desértico mesmo tendo uma bela paisagem, guardava mistério o que ela se alucinava. Sempre foi atraída por força oculta algo que não fosse tão fácil, e nem mesmo coisas que lhe dessem total credibilidade. Aperrou a mão atrás da cabeça coçando dos cabelos ao segurar no cabo mascavo permanecendo-se imóvel por alguns segundos ao centro de algum eixo invisível.

(ross)
avatar
Nashiro
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
120/120  (120/120)
Dobra Primária: Terra
Dobra Secundária: Lava

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Shiva em Sab Nov 14, 2015 8:34 pm

LET'S WATCH THIS CITY BURN...


- Você... está bem? - perguntou ele.

O garoto observara a cena de cima de uma pedra próxima. Estava empoleirado olhando para a garota. Olhou para o cadáver do homem e saltou de seu rochedo. Pousou próximo da moça olhando para o corpo, tocou o homem com a ponta do pé e suspirou. Por respeito ele juntou as mãos e orou para pobre alma, em seguida virou-se pra garota do Reino da Terra que olhava para sua barriga. Ele seguiu o olhar e reparou no objeto fincado em suas entranhas atravessando sua carne, uma lança quebrada. Não devia ter lhe acertado em um ponto tão vital pois não estava sangrando muito menos doendo ou incomodando. Ele ergueu a blusa e empurrou a arma mais fundo em seguida a puxou com força. Um pouco de sangue jorrou mas não tanto. Ele colocou a mão em cima da ferida e cicatrizou-a com chamas fracas.

- Nem tinha notado. - murmurou ele.

Sentou-se em pernas de índio ao lado do morto e colocou algumas pedras que recolhera envolta do corpo. Arrumou sua touca e em seguida estalou os dedos perto das pedras. O fósforo revestindo o material rude liberou uma faísca e chamas se ascenderam incendiando o corpo. Ele se levantou e virou-se, moveu a mão como se dissesse tchau para a garota silenciosa e partiu... No fundo ele esperava qualquer ataque vindo da jovem. Ela era nitidamente mais jovem mas isso não queria dizer mais fraca ou menos perigosa... Ele estava alerta para um caso ocorresse um combate iminente.


(ross)
avatar
Shiva
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
360/360  (360/360)
Dobra Primária: Fogo
Dobra Secundária: Combustão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Narrador em Sab Nov 14, 2015 9:21 pm

Encontro wanderer. Dois corajosos dobradores trocavam olhares naquela região cavernosa. Um dobrador de fogo. Outra de terra. Ambos se encontraran em função de um homem morto. Kuroyama havia lutado com um dobrador de terra a poucos instantes atrás. Havia conseguido ferir o homem, na realidade, conseguira arrancar a mão esquerda do seu inimigo, porém, neste momento, Kuro sentiu um leve fincar no seu abdómen, mas pensou não ser nada. Foi aí que o homem fugiu. Este homem que lutou com Kuro estava ali por um motivo. Tinha que assassinar um homem. E ele conseguiu. Tudo isso aconteceu minutos antes de Nashiro acordar. Essa era a explicação para que a garota não conseguisse sentir a presença de alguém no solo.

Kuro e Nashi haviam se encontrado e após poucos olhares Kuro deu as costas, após sepultar o Morto dos Campos. Teria significado aquele encontro?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Nashiro em Sab Nov 14, 2015 10:10 pm

NASHIRO

Uma presença. Que interessante. O rapaz a sua frente parecia ser mais velho, mas de qualquer forma não denunciava um lado maltrapilho ou pelo menos, violento. Sua face fincou na visão do chão, queria sentir a sensação que ali emanava até ele dar de ombros para ela. O braço da tal, foi afrente do corpo pegando seu objeto e o abrindo deixando uma leve sombra sob a cabeça. Pairou um ar gélido agora, refrescante de suas costas, e a sapatilha continuava a fazer o mesmo barulhinho irritante de sempre :

— ... - Começou a recalcular tudinho que havia pensado desde a sua meditação dentro da caverna. Ele a frente daria um ataque central, mas dependendo de sua forma de abordar as coisas, poderia reverter o fluxo de um início próspero de jogo, no piscar de um dedo. Seus pés pareciam ter se apressado, dando solavanco para frente onde alternava as direções e os olhos diversificavam em ver o cenário e o corpo que andejava. Qualquer movimento brusco, era direito de um golpe. Touche, xeque-mate, todas as expressões seriam esbravejadas com a mais cavernosa expressão balbuciada com violência e gosto de vitória.

(ross)
avatar
Nashiro
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
120/120  (120/120)
Dobra Primária: Terra
Dobra Secundária: Lava

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Shiva em Sab Nov 14, 2015 10:19 pm

LET'S WATCH THIS CITY BURN...


O rapaz caminhou até a cidade. A garota não parecia ter nada pra fazer já que seguiu-o. Por mais irritantes que aquelas sandálias fossem ele continuou andando. O vilarejo não era distante. Chegando lá ele se espreguiçou. Virou-se para ela com um sorriso no rosto e fez um movimento com as mãos para que ela se aproximasse. Não havia anda de blasfemo, grosseiro ou maligno no gesto.

- Quer comer alguma coisa? - perguntou ele calmamente. - Eu pago...

Ele mantinha uma mão nas costas escondendo a mão que decepara daquele ridículo dobrador de terra que encontrara. Ele não dera nem graça no combate. Apesar de a garota parecer um adversário mais interessante ele não queria uma luta. Ele se virou.

- Se quiser pode vir. - disse ele.

(ross)
avatar
Shiva
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
360/360  (360/360)
Dobra Primária: Fogo
Dobra Secundária: Combustão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Narrador em Sab Nov 14, 2015 10:28 pm

O vilarejo a que Kuro se direcionava era apenas o resto do que um dia existira no local. Ali dominadores de terra viviam da mineração. Como toda riqueza finita, um dia a mina se esgotou e a cidade foi abandonada. Poucas famílias restaram no local. Gerações se passaram e o local foi tomado por resraurantes. Não eram muitos, nem poucos. Para falar a verdade eram bastante famosos, pelo menos naquela região. O cheiro dos mais diversos sabores atingiam as narinas, tanto de Kuro quanto de Nashiro, a qual havia seguido o primeiro.

Salgados variavam desde lámens a churrascos. Os doces eram infinitos. Um paraíso? Nem tanto, mas para aquele povo, que um dia se vira abandonado, toda aquela simllória alegria era uma grande riqueza.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Nashiro em Sab Nov 14, 2015 11:00 pm

NASHIRO

Tsc. Nada de muito degradante. Após uma aproximação ele se vira, mas não faz coisa alguma que desse em nota a ela, de que ativasse defesa. Abaixou o guarda-chuva o fechando deixando a madeira entre passeada por cima do ombro :

— Não tenho muito costume de comer nada fora da minha região. - Suspirou até olhar para frente num sorriso desencanado, mas que ainda reprendia a postura.— Agradeço de mesma forma. - Começou a pensar nos próximos atos. Seus dedos brincaram com o arremate marrom e as sobrancelhas ficaram entre lacunas na testa :

— Incrível ver que pessoas como você, possam estar por aqui... - Pausava deixando uma ponta de veneno na fala.— Seu cheiro. Indescritível. - Estava sendo irônica. Apontava um aroma queimado, sua reta de perigo foi traçada. Era como um pato que ia de frente com um Leão, dançava na cara da reta de fogo. Seus pés ficaram mais confortáveis ao pensar que poderia ter uma parada. Sua mão descia o pano abaixo dos olhos e a cabeça chacoalha vendo civilização e o odor entorpecente das alegorias.

(ross)
avatar
Nashiro
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
120/120  (120/120)
Dobra Primária: Terra
Dobra Secundária: Lava

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Shiva em Dom Nov 15, 2015 9:32 am

LET'S WATCH THIS CITY BURN...


- Churrasco pra dois por favor. - pediu ele se sentando em um banco de madeira em frente á uma das barracas e ignorando o que a garota dizia. - Enfim, você não fala muito não é mesmo?

Silêncio? Talvez. Aquilo deixava ele animado de alguma forma. Caso tivesse que lutar contra a garota não se importaria de queimar aquele lugar inteiro. Ele procuraria apenas algum outro ponto para se alimentar, ou mataria algo nas montanhas e assaria. Mas procurou não estragar a fina camada de sociabilidade que havia criado com a garota silenciosa.

- Posso ao menos saber o nome da minha Stalker? - perguntou ele jogando a mão decepada de uma mão pra outra rápido demais para alguém normal perceber. - Pode me chamar de Kuro. Isso se for falar alguma coisa. Mas duvido.

O rapaz nem se quer percebia a tensão no ar. Sua dialética em controvérsia só piorava as coisas... Algo lhe deixava tento. Em alerta. Mas não a garota. Algo diferente... Algo que talvez tivesse perdido uma mão... Naquele momento ele olhou ao redor, pensando se aquele miserável dobrador de terra estaria por ali. Talvez, com uma explosão ele pudesse apagar o sujeito... Mas levaria a cidade inteira com ele. O que não era bom. Ele ainda não tinha comido churrasco... O dono do restaurante entregou-o um espeto com carne de churrasco. Ele saboreou aguardando ataques iminentes.

(ross)
avatar
Shiva
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
360/360  (360/360)
Dobra Primária: Fogo
Dobra Secundária: Combustão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Nashiro em Dom Nov 15, 2015 11:17 am

NASHIRO

Sua mão ficou pressionada no arremate deixando o alvo da pele, vermelha com certa coação no sangue. Seus olhos eram sempre intercalados ao rosto del até o chão. Não havia necessidade de encarar as pessoas. Seu mapa era retirado diretamente do solo. Ele disse o nome ou pelo menos, soava como um. Ela meneou com a cabeça ainda em concordância com a primeira pergunta até respirar a plenos pulmões livres e deixa rotativamente seus olhos vasculharem o lugar. Um ar livre não lhe fazia mal. Naquela altura qualquer coisa que ocorresse fossem traçado. Qualquer avanço ofensivo até se fosse por um comentário, ela por brincadeira e simples loucura lançaria o seu guarda-chuva a frente para que caísse. Não confiava no temperamento explosivo de nações enrubescidas. Ao fechar os olhos, sentiu o chão ficar sensibilizado até morder o canto do lábio extraindo uma pequena carne não tão chamativa a ser vista :

— Se eu for falar algo, deve ser uma coisa que preste. - Diz num tom calmo, sem exprimir alguma violência linguística. Piscou os olhos para o além onde contemplava até abrir os beiços novamente, todavia não querendo falar ainda, permaneceu algum tempo para extradição :

— Todos me conhecem como Nashiro. - Suspira ao fim relaxando os ombros como antes existisse uma pressão que lhe ousasse prender. Via os restaurantes e ao mesmo tempo o rapaz. Como uma energia ou pelo menos, uma espécime de caráter o que poderia delongar forte, fosse ao mesmo tempo aparentemente tão inofensiva e infantil? Isso era presumivelmente intrigante ao mesmo tempo que fosse interessante. A mesma revê os conceitos até pelo menos, entregar alguma pergunta que fosse de risco, mas que sua fronteira necessitava saber :

— Antes... Você veio a busca de diversão? - Ela finta a marca do corte anteriormente feito nele. Não daria para vez o ferimento em si já que aparentava que sua tática atendeu prontamente como um curativo, mas a marca do vermelho não enganava. Era apenas típico dos moradores não dar muita atenção para a vida dos outros, era algo mítico e certo. O foco era somente neles tal descrição como aquela, ocupava-se de tempo de trabalho e serventias. Tão silenciosos que perante a ela, parecia ser as súplicas das almas por algo em nota ocorresse. Neste minuto, apertou ainda mais o cabo desta vez também, expressão tão adversa e bipolar sensação até centralizar o núcleo que ficavam desaparecidas com algumas mexas que caiam sob a frente.

(ross)
avatar
Nashiro
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
120/120  (120/120)
Dobra Primária: Terra
Dobra Secundária: Lava

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Shiva em Dom Nov 15, 2015 11:34 am

LET'S WATCH THIS CITY BURN...


Ele comeu seu churrasco de forma rápida. Mastigou e engoliu antes de responder, inicialmente, apenas deu de ombros.

- Não há nada realmente divertido por aqui. - comentou. - Estou procurando algo para me manter ocupado. Queimar algo ou alguém por exemplo.

Ele deixou a resposta pairar no ar enquanto contava as peças de prata que trazia no bolso. Jogou uma para cima e agarrou-a novamente. Coroa. O rapaz colocou as moedas no balcão e se levantou, continuando á andar. O sol brilhava forte o que deveria significar que já estava á meio dia. Ele caminhou pelo vilarejo de restaurantes, procurando um rosto em especial.

(ross)
avatar
Shiva
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
360/360  (360/360)
Dobra Primária: Fogo
Dobra Secundária: Combustão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Nashiro em Dom Nov 15, 2015 12:33 pm

NASHIRO

Tudo parecia ser similar. Aquilo já se tornava um tédio assim como ele se expressou. Deteve a moça, um sorriso de certo deboche, mas que não desmentia a palavra do outro já que também em suas palavras, haviam razão. Entre outras palavras ditas, mas que levavam ao mesmo contexto. Quando ele se ergueu e estava prestes a ir com a frase, ela jogou o justo objeto a frente ainda segurando em seu cabo, deixando a pontinha tocar o chão e fazer um ponto para que ele parasse :

— Seu senso do ser entediado além de causar certos atos errôneos, também afeta quem está a sua volta. - Pausa se erguendo com dignidade até deixar sua veste ficar totalmente bem posicionada sob o corpo. O olhar sério se levanta orgulhoso e o semblante neutro novamente era presente na face. Ela suspira mais uma vez e encaminha-se até ele com um olhar de cima baixo abrindo seu guarda-chuva se escondendo da luz entrometida do sol :

— Se já foi atacado uma hora, o que lhe garante, que não será outra vez? - Um olhar afiado restringiu de sua íris na forma de um brilho até descer a sombrinha ocultando o rostro, límpido. A morena então se deslocava para mais a frente onde girou a estampa mostrando o movimento das flores e virando-se com certa ignorância carregada na fala :

— Estaria de frente com quem lhe deixou ao centro do tabuleiro. Querendo cercar. - Completou assim arrumando suas especulações futuras.

(ross)

avatar
Nashiro
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
120/120  (120/120)
Dobra Primária: Terra
Dobra Secundária: Lava

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Shiva em Dom Nov 15, 2015 12:59 pm

LET'S WATCH THIS CITY BURN...


- Falou a garota que dorme em cavernas - cochichou e em seguida deu um sorriso para irritá-la. - Eu não fui atacado. Quem atacou fui eu.

Ele jogou a mão decepada aos pés da garota. As pessoas ao redor começaram á se amontoar observando. O membro era calejado e estava cortado um pouco acima do pulso, com uma mancha vermelha e preta, mista de uma queimadura e sangue derramado. O rapaz sorria como se fosse algo normal de se carregar por aí. Ela devia estar notando que ele não era tão normal assim.

- Acho que isso explica alguma coisa. - virou-se e seguiu enfrente, as pessoas abrindo caminho para sua passagem. - Se não se importa estou procurando um retardado que me empalou de forma errada.

O vento mudara fazendo levantar um pouco de poeira no chão. Seus passos eram silenciosos em relação ao ar seco do clima semi-árido. O vento soprava calmamente... Mas seu corpo nem se quer oscilava.

(ross)
avatar
Shiva
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
360/360  (360/360)
Dobra Primária: Fogo
Dobra Secundária: Combustão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Nashiro em Dom Nov 15, 2015 2:14 pm

NASHIRO
A mão a sua frente fez gargalhar na escuridão d esua mente. Em seus devaneios, aquele pedaço de carne foi milimetricamente bem aparado, mas que não pudesse lhe rebuçar tanto temor. A morte dos seus pais pareciam ter sido drástica ou talvez, por simples modinha tentava se manter dificilmente de ser comedida.

Atacado. Talvez explicaria a marca um contra-ataque, mas a rocha ainda a faria pender que ele não fosse também o indefeso da história. Seu dedo indicador foi até os lábios, lapidando o formato singelo até pensar em alguma forma de dar o seguimento sem perdê-lo pelo menos, de vista de forma fácil. Acabou que ela agitou os dois ombros e se virou continuando andando rente a direção que ele ia. Todavia, que sua nova carta do baralho a fizera mudar de lado, desviando o curso para um outra ruela com um cantarolar baixo até parar e ficar cabisbaixa :

— Vamos ver, quem dorme. - As sobrancelhas mostravam certa fúria. Pelos arvoredos ela estaria sentada, um espetáculo se viria, tudo não cabia como os planos. As vezes ali, valeria a pena, improvisar até mesmo quando o acaso do destino viesse mostrar que ele cairia. Uma risadinha tosca em sua cabeça abobada escoava até equilibrar-se acima do cabo do seu guarda-chuva onde a ponta é fincada no chão. Seus braços cruzados atenuavam para o bom equilíbrio enquanto a respiração ajudava o concedimento dos seus raciocínios.

OBS:


♦ Acho que sumi da sua vista. Uma boa parte pro Drakko entrar. Estarei de olho mesmo assim sahsuisahu
♦ Caso algo apareço de repente alegando tudo aquilo outra vez e blabla. Para não ficarmos em apenas confrontos na fala.Mesmo que desde o início não ficamos assim
(ross)

avatar
Nashiro
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
120/120  (120/120)
Dobra Primária: Terra
Dobra Secundária: Lava

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Shiva em Dom Nov 15, 2015 4:47 pm

BURN through the witches...


Sua caminhada chegou á uma barraca um pouco mais distante. Uma barraca de frutas, se agachou para observar algumas melancias. A garota devia pensar que ele não conseguia notar sua presença, mas o calor emitido pelo corpo da mesma era nítido á quilômetros. Mas ele tinha mais o que fazer do que lidar com uma stalker.

- Ei velhote. - murmurou ele. - Eu gostaria de duas dessas pra viagem. As crianças pediram uns dias atrás.

O dono da banca assentiu. O tédio estava matando Kuro. Ele tinha a impressão de que iri dormir ali mesmo se ago emocionante não acontecesse... Mas precisava voltar pra Nação antes de anoitecer. O que era ruim já que os navios iriam demorar parar partir... E pelo fato de já não estar tão próximo do litoral quanto gostaria. Por um segundo algo atravessou seu campo de visão. Um garotinho correndo com algo na mão. Um pedaço de pão. Ele sorriu com a ideia que lhe viera á mente. Olhou por cima do ombro, para onde as ondas de calor lhe indicavam estar a garota... Era hora de chamar atenção.

- Assista. - disse ele friamente.

Jogou o skate velho que trazia ás costas no chão e montou em cima. Em segundos estava perto da criança. Com um movimento rápido de seu bastão um moleque sujo de terra caiu ao chão com um traumatismo craniano... O sangue escorrendo pela testa. Ele apoiou a arma no ombro. Pegou o pão doce que o garoto havia roubado e jogou para o padeiro que vinha correndo em sua direção. Se funcionara... Ele ia descobrir agora.


(ross)
avatar
Shiva
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
360/360  (360/360)
Dobra Primária: Fogo
Dobra Secundária: Combustão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Nashiro em Seg Nov 16, 2015 12:13 am

NASHIRO


Ele parecia ter enfim sossegado. Ela que as vezes meditava, fechada os olhos ainda de pé sob o cabo com a respiração calma que denunciava tão obviamente sua nova mudança na personalidade que era não somente necessário, mas sim o dever de dispensar os comentários. Eis o equívoco ; A terra parecia estar um tanto decepcionada para o modo que recebera um corpo ,colidir contra seu leito. A tal sentindo de certo apreço para o que ocorria com seus olhos vendados - no termo de estar longe, lançou-se para o ar, dando uma pirueta para trás onde com o braço quando estivesse apontado para o chão, puxasse o cabo de sua sombrinha com a mão maquinando com a  virada, uma aterrizagem com as pernas flexionadas. Deixou então seu braço onde detivera a armação flexível, estendida e um olhar dominador para frente. Solevantou suas estruturas, recobrando sua admoestaria severa e marchou para frente em plenos passos pesados. Foi capaz, de fazer o sapato parar de ranger. A cabeça pesava para frente junto com os fios que se emaranhavam com uma corrente fria que a cortava mesmo com o calor do dia. Deixou o guarda-chuva numa mão como certo ponto de precisão até chegar o  instante momento para onde fixava o ancião, dono de uma quitanda e um garoto que não parecia passar de oito anos ao chão já sem vida. O lábio dela puxou e uma gargalhada na sua cabeça ecoa. Mantém-se agora com a  cabeça mais baixa, os cabelos ficaram mais soltos tampando o rosto até um riso reprimido, saísse aos poucos gradativamente, a altura sonora como um deboche.

Uniu ambas as mãos com o cabo onde fincaria ao no pavimento negro e num lançar do corpo, onde ergueu as duas pernas, caiu sob a frente com as coxas separadas assim igualmente o resto das fibras da perna que perpendicularmente, estavam num intervalo razoável onde também com a diferença de segundos, os braços se erguiam e com a atração e esforço. Suas veias ficaram compulsivas. O caso a ser explicado, era o uso da força física que em determinado dado, a um corpo feminino, era recobrado com duplicidade comparado com a de um homem ainda em sua fase de transformação na adolescência. Vertiginosamente ela, começou a fazer movimentos disléxicos com o uso da força braçal criando uma espécime de atrito da localidade tentando rachar um círculo a sua volta onde disso, extraísse as rochas que anteriormente era o suporte do solo. Esta maneira não foi só apenas em mover os braços. O impacto da sola do seu pé com o salto dado com o guarda-chuva, nesta hora trás dela, fez com que pudesse tremer.

Conjeturando uma energia esverdeada ao entorno de sua cintura que subia para o tórax e dispersava pelas demais regiões físicas, a camponesa arregalou os olhos predominados pela sua luz onde numa tentativa de gesticular com extrema violência com o braço para cima, funcionando como uma alavanca na esperança de maquinar uma parede na lateral direita de seu corpo apenas para ficar parado. Habilidosamente ela inspecionou o ambiente até pensar nos moradores que rodeavam a baixela com olhares de pânico. O pânico era um prazer que de certo, ela aprendera a domar que em dias a controlassem, entretanto em outros não tivessem a menor chance em rivalizar com seu tão bipolar tipo psíquico. 

 Procurou equiparar uma postura mais baixa desta vez, querendo tentar estringir algo direto, mesmo que errado, ao vergar com o peito estufado para frente, deixando seu pé direito sem contato com a terra falando-se assim, no ar próximo ao seu abdômen e os braços abertos para trás. Iria executar o Tantui, uma posição mais flácida que deixava mesmo que o corpo rígido a um sistema, molenga no quesito da musculatura. A íris esverdeada parecia ter quase sido tomada pelo negro, abandonando aquela luz enérgica figurando a concentração. Eis a jovem morena, todavia que não desistia de nada ao notificar a identificação de direitos e os gastos máximos que poderia fazer se caso tudo a primeiro plano desse errado, fez as avaliações da ameaça vulgo o jovem que conhecia há pouco tempo e semicerrou as pálpebras. Com certo peso distribuído na elasticidade de seu corpo, tentou volver com o braço esquerdo para frente com certa durabilidade e fechá-lo com  o punho aproximando abaixo do pescoço, quase que na altura onde posicionava-se o canal da garganta e procurou impulsionar o pé contra o solo para que se lhe coubesse, abrir um tremor e com esta maquinada próximo ao seu pescoço, erguesse uma forma encalçada da gleba para que rumasse a direção do novo oponente. Antes disso, não admitiria ofertar  a peça de seu controle com facilidade, assim dando credibilidade para suas cartas ao virar com o tronco para o lado contrário mantendo as pernas imóveis até buscar arrojar uma das pernas numa virada brusca no alcance de suceder um chute para que o projétil circulasse com mais velocidade e precisão ao seu destino.

(ross)
avatar
Nashiro
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
120/120  (120/120)
Dobra Primária: Terra
Dobra Secundária: Lava

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Narrador em Seg Nov 16, 2015 12:13 am

O membro 'Nashiro' realizou a seguinte ação: Lançar dados

#1 'D20 - Destreza' : 16

--------------------------------

#2 'D20 - Habilidade' : 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Shiva em Seg Nov 16, 2015 1:49 pm

BURN through the witches...


Ele observou o objeto voando em sua direção... Ele esperava mais. Uma pedra?? Ela tacara uma pedra? E nem era tão grande assim. Se ele fosse atingido não teria problemas pra se recuperar. Só teria uma dor de cabeça ou coluna excepcionalmente horrível. Mas não era grande coisa. Ele perdeu o sorriso, realmente esperava mais. Com habilidade tentou abaixar-se e desviar em uma curva usando o skate. As rodas levantaram chamas na pedra lascada que chamavam de chão. Mesmo que não pudesse desviar ele meramente poderia se levantar novamente e fazer o que queria: Rapidamente agarrar as roupas ou até mesmo o guarda-chuva ou a pele da garota. Desta forma a chama se ascenderia mesmo que pudesse ser fraca... e queimaria aquilo que ele tivesse tocado. Em seguida ele poderia simplesmente atingi-la no rosto com um chute ou agarrá-la pelo braço e jogá-la por cima do ombro... ou ambas as coisas. Era tudo questão de oportunidade e capacidade...


(ross)
avatar
Shiva
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
360/360  (360/360)
Dobra Primária: Fogo
Dobra Secundária: Combustão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Narrador em Seg Nov 16, 2015 1:49 pm

O membro 'Kuro' realizou a seguinte ação: Lançar dados

#1 'D20 - Destreza' : 15

--------------------------------

#2 'D20 - Habilidade' : 5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Narrador em Seg Nov 16, 2015 6:49 pm

Uma batalha - inesperada - começava a acontecer. Num cenário deplorável, com um garoto morto no chão, Nashiro dava o primeiro ataque. Lançava um pedaço do chão, velozmente, na direção do garoto que acabara de conhecer Kuro. Este, por sua vez, começa uma movimentação flamejante com seu skate. Movendo-se, ele tentava esquivar da pedra que vinha em sua direção, porém não conseguia. Num vulto, sentiu seu ombro explodir por um pequeno momento. Era a pedra sendo destroçada. Com certa habilidade motora, conseguiu manter o seu movimento, mesmo sendo atingido. Ao avançar na direção da Dominadora de Terra, seu skate soltava chamas. Saltou de seu skate e tentou agarrar a garota, porém ela esquivou. O skate foi correndo, ainda em chamas, e chamuscou, um pouco, o guarda chuva de Nashi.

Danos:
Vou lançar 5 D6 e a soma deles será o Dano que o Kuro recebe lela pedrada.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Narrador em Seg Nov 16, 2015 6:49 pm

O membro 'Narrador' realizou a seguinte ação: Lançar dados

'D6' : 2, 6, 1, 2, 2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Nashiro em Seg Nov 16, 2015 8:00 pm

NASHIRO


Ponto para Hiotoko. Conseguiu com êxito, atacá-lo e com a vinda ofensiva que apenas acertou seu guarda-chuva, abaixou a cabeça rindo até deixar os dedos finos taparem os lábios desviando seu curso físico com dignidade para perto da sombrinha quase queimada. O skate parecia ter cruzado longe de si mesma o que a faz apenas vez um objeto inflamado a passar rente ao lado de seu corpo. Estendeu o braço e puxou o auxiliar um pouco queimado andejando até a pedra onde encostou suas costas passando a mão pela superfície do material com um olhar afiado :

— Saboroso. - Referia-se ao seu triunfo temporário até desviar a face a ele. Ficou séria cerrando os lábios em seus devaneios mentais até fintar o céu. — Uma bela descontração… - Suspira voltando a atenção ao térreo. 

(ross)
avatar
Nashiro
Nível 1


Ficha do personagem
HP:
120/120  (120/120)
Dobra Primária: Terra
Dobra Secundária: Lava

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Exploração sem conceitos.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum